Quando você deve usar um suplemento BCAA?

Vimos no artigo anterior que se você usa um suplemento de BCAA para ganhar massa muscular ou preservar a degradação de proteína muscular, mas tem uma dieta balanceada, isso não vai funcionar. Então quando você deve usar um suplemento BCAA? Leia o artigo e veja sua utilidade.

Quando você deve usar um suplemento BCAA?

Se você estava na dúvida sobre a compra de um suplemento BCAA para uso geral, você provavelmente está jogando seu dinheiro fora. Acontece, no entanto, que este suplemento faz um uso cientificamente suportado, e se refere ao treinamento em  jejum.

As pessoas geralmente acham que o “treinamento em jejum” significa “treinar com o estômago vazio”, mas é um pouco diferente. O treinamento em jejum significa treinar em um estado de jejum, e isso tem a ver com os níveis de insulina no sangue.

Você sabe, quando você come alimentos, ele é dividido em várias moléculas para que suas células possam usar, e estas moléculas são liberadas em seu sangue. A insulina é liberada também, e seu trabalho é transferir essas moléculas para dentro das células.

Agora, dependendo de quanto você come, seus níveis de insulina no plasma (sangue) podem permanecer  elevados por várias horas  (de 3h – 6h+). Por que isso é importante? Porque a  insulina bloqueia a lipólise  (a quebra das células de gordura no corpo).

Quando seu corpo está neste estado “alimentado”, quando seus níveis de insulina são elevados e seus nutrientes que você come são absorvidos, pouca queima de gordura ocorre.

Seu corpo entra em um estado de “jejum” quando ele acabou de absorver todos os nutrientes do alimento que você comeu e os níveis de insulina retornam aos seus níveis normais, baixos de “linha de base”.

Quando você exerce seu corpo neste estado,  a perda de gordura é acelerada (durante o exercício).

Assim, como você pode ver, apenas sentir que você está com o “estômago vazio” não significa necessariamente que seus níveis de insulina retornaram à linha de base.

Pra quem gosta de treinar em jejum, a maneira mais fácil é realizar o treino como sendo a primeira coisa na parte da manhã, antes de tomar café da manhã. Estudos tem mostrado que jejum por mais de 6 horas tem um benefício adicional, agora, se compensa realizar o treinamento em jejum ou não, deixaremos para um próximo artigo.

Há uma desvantagem para o treinamento em jejum, no entanto, e é aí que chegamos aos aminoácidos, ou BCAAs.

Quando você se exercita em estado de jejum, a  desagregação muscular é aumentada e isso é ruim simplesmente porque a desintegração muscular excessiva prejudica o crescimento muscular total ao longo do tempo.

Você pode evitar isso com suplementação adequada de algumas moléculas, no entanto.

Como BCAAs incluem leucina, e como a leucina suprime desagregação muscular, um suplemento de BCAA seria útil para preservar o músculo durante o treinamento em um estado de jejum.

E no caso de você estar se perguntando: por que você não pode apenas usar alimentos?

Lembre-se de que o alimento vai elevar seus níveis de insulina e você não estará mais em um estado de jejum. De fato, a proteína de soro de leite é mais insulinogênico (aumenta mais os níveis de insulina) do que o pão branco.

BCAAs, por outro lado, têm um menor impacto sobre os níveis de insulina do que os alimentos, o que lhe permite permanecer em jejum enquanto você treina. É por isso que muitas pessoas que “sabem” disso complementam com eles antes do exercício em jejum.

Enquanto BCAAs são bons para preservar músculo, eles têm duas desvantagens significativas:

1. Você está pagando por três aminoácidos, mas a leucina é a única dos três que efetivamente diminui a degradação da proteína muscular.

Você poderia economizar seu dinheiro e conseguir os mesmos resultados comprando a leucina pura preferivelmente (mas um aviso, a leucina tem um gosto realmente ruim).

2. A maioria dos suplementos de BCAAs são compostos de 2 a 3 partes de leucina e 1 parte de isoleucina e valina, o que significa que você precisa tomar um pouco mais (cerca de 10 gramas) cada vez

Você precisa de 3 a 5 gramas de leucina para efetivamente neutralizar a perda da proteína muscular que é degradada durante o exercício em jejum, o que significa que você acabará suas garrafas de BCAAs rapidamente se você está treinando em jejum de 5 a 7 dias por semana.

Assim, não é muito vantajoso o uso de BCAAs para o treinamento em jejum. Felizmente, há uma alternativa melhor…

E essa alternativa veremos no próximo artigo, fiquem atento e até a próxima.

O que você achou sobre jujum e BCAAs? Tem mais alguma coisa para acrescentar? Deixe nos comentários abaixo!

Avalie este artigo!
[Total: 1 Average: 5]
X
Novo Cadastro