Dor muscular tardia é sinônimo de hipertrofia?

A maioria dos praticantes de musculação após um dia de treino, pensam que a sensação de dor nos músculos são realmente um bom sinal, o que significa que o treino foi bom e que os músculos estão crescendo. Mais será que a dor muscular tardia realmente é sinal de resultados?

Dor muscular não significa necessariamente crescimento muscular

Essa relação entre dor muscular como sendo resultados positivos parece fazer sentido, afinal estamos treinando para danificar nossos músculos e micro lesões musculares levam a dor muscular, portanto, pouca ou nenhuma dor significaria pouco ou nenhum dano e, pouco ou nenhum ganho, certo?

Acontece que não é bem assim que ocorre.

Exercícios que causam grandes sensações de dores musculares não resultam necessariamente em hipertrofia muscular, e exercícios que causam pouco ou nenhuma dor muscular pode resultar em hipertrofia muscular significativa.

Por exemplo, se você faz uma hora de downhill (é uma forma do ciclismo que consiste em descer o mais rapidamente possível um dado percurso), as pernas vão ficar muito doloridas no dia seguinte, mas não vai construir coxas grandes e fortes.

Pesquisadores de Yokohama City University mostram que por causa de correlações geralmente não fidedignas entre dor muscular tardia (DMT) e outros indicadores, o uso de DMT é um fator não apropriado para indicar lesão muscular e inflamação induzida pelo exercício excêntrico, e alterações nos marcadores indiretos de lesão muscular e inflamação não são necessariamente acompanhadas com DMT.

Em outras palavras, as estruturas musculares micro lesionadas pelo exercício não ficaram necessariamente doloridos, e os músculos doloridos não são necessariamente muito micro lesionados.

A fisiologia exata por trás disso ainda não está totalmente compreendida (hipertrofia muscular é um processo muito  complexo), mas um estudo demonstrou que, pelo menos um pouco da dor muscular que sentimos pós exercício físico decorrem do tecido conjuntivo intramuscular das fibras musculares em conjunto, e não a partir das próprias fibras musculares propriamente dita.

Também sabemos que quanto mais vezes os músculos estão expostos a certos tipos de estímulos, menos doloridos eles se tornam com o treinamento. Apesar de tudo, isso não significa que a força e massa muscular não irá continuar ocorrendo.

Alguns exercícios podem deixar a musculatura mais dolorida do que outros, mas esses não são necessariamente os exercícios mais eficazes para a construção de força ou massa muscular.

Normalmente, as pessoas ficam realmente  doloridas diante de um treino, quando não treinam um grupo muscular na semana anterior. Quando estão em sua rotina normal dificilmente ficam doloridos. Porém continuam a construir força e massa muscular.

Assim, a linha de raciocínio com a dor muscular tardia é: ela não nos diz muito sobre se nós estamos realmente obtendo ganhos ou não. Não pense que a dor excessiva significa  principalmente hipertrofia muscular, e não fique preocupado se você não sentir dores musculares decorrentes dos exercícios.

Possui alguma dúvida sobre a dor muscular tardia? Deixe nos comentários abaixo.

Avalie este artigo!
[Total: 2 Average: 4]
X
Novo Cadastro